O estresse desgasta os dentes


Falar, gritar, cantar, cantarolar. Abrir aquele ‘sorrisão’ ou cair na gargalhada…É pela boca, essa ‘ferramenta’ de comunicação tão fantástica que podemos expressar tudo isso e muitos outros sentimentos positivos ou negativos.

E os cuidados com essa região, tão delicada e vital do corpo, merecem atenção, ainda que estejamos tristes, deprimidos ou indispostos. O dentista Wanderley Almeida Cesar Júnior, mestre em Dentística, reforça que a boa escovação e o uso correto do fio dental são essenciais para manter os dentes mais bonitos e saudáveis, de forma periódica e adequada.

“Por incrível que pareça até a inclinação correta da escova em relação às gengivas pode ser capaz de ser mais eficaz na remoção da placa bacteriana”, ensina.

“O uso do fio dental deve ser intensificado e não pode ser utilizado como um ‘palito de dentes’, mas deve ser utilizado para remover colônias de bactérias embaixo do sulco gengival. O dentista terá prazer em ensinar a técnica correta de uso”, sugere Wanderley.

O excesso de açúcar, alimentos que contêm corantes e o tabaco afetam a saúde dos dentes. A tensão e o estresse também fazem estragos na boca das pessoas.

“Esses problemas podem ser um gatilho para o desenvolvimento do hábito de ranger os dentes e também do desgaste dos dentes. O estresse pode reduzir o fluxo salivar e mudar a bioquímica da saliva causando mau hálito e problemas orais”, alerta.

Estudos em Odontologia mencionam que, de forma inconsciente, reage-se à tensão e à ansiedade pressionando ou friccionando os dentes, principalmente durante o sono. Na maioria das vezes, o ranger de dentes só é diagnosticado pelo dentista.

A pressão excessiva sobre a arcada pode provocar o amolecimento da raiz, principalmente se há também um encaixe irregular entre os dentes superiores e inferiores. Ao comentar sobre o panorama brasileiro da saúde bucal, Wanderley relata que é preciso entender que há realidades distintas em vários cantos do País, mas há hábitos comuns na maioria delas.

“Muitos brasileiros não têm o hábito de escovar os dentes após as refeições”, afirma. Segundo ele, uma ampla pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde, em 2004, revelou que 30 milhões de pessoas nunca foram ao dentista e que pelo menos oito milhões de brasileiros não têm um dente sequer na boca.

FONTE: O Diário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s