Odontologia do Esporte


Mercado de trabalho, alto desempenho esportivo e inclusão social.

Além das oportunidades de negócios – novas construções dedicadas à prática esportiva, como estádios, novas pontes e estradas, reformulação do sistema de transporte, ampliação da capacidade hoteleira, geração de milhares de empregos – os atletas e representantes de federações esportivas esperam que eventos grandiosos, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, consolidem a cultura esportiva e facilitem o acesso da população às diversas modalidades.

No campo da Odontologia, as reflexões recaem sobre o mercado de trabalho e sobre a importância do atendimento odontológico prestado aos atletas: Hoje, a Odontologia do Esporte pode ser o diferencial de sucesso na carreira do atleta e no esporte de alto-rendimento no Brasil.

Temos, hoje, exemplos, mais recentes no futebol, que despertam a atenção dos dirigentes dos clubes de futebol para a importância do acompanhamento odontológico apropriado do atleta?

Muitos exemplos puderam ser acompanhados pela imprensa, em 2010, como os casos dos atacantes Lionel Messi e Alexandre Pato, que por causa de infecções dentárias deixaram de treinar e jogar em competições importantes. Estes casos reforçam o nosso posicionamento que é importante fomentar a pesquisa no campo da Odontologia do Esporte para beneficiar o esporte de alto rendimento. Veja, por exemplo, onde a pesquisa neste campo está mais avançada, como o atleta é mais beneficiado, como o jogador português Cristiano Ronaldo. O atleta vem fazendo uso de um protetor bucal que o auxilia a colocar a mandíbula no lugar, alinhando sua mordida, ajudando-o a flexionar os músculos corretamente, fazendo com que o crânio, o cérebro e o tórax do atleta fiquem em sintonia perfeita. O mesmo protetor bucal utilizado por Cristiano Ronaldo tem sido utilizado também pelo golfista Tiger Woods e pelo tenista Rafael Nadal, buscando harmonizar seus movimentos em suas modalidades esportivas.

A presença de um cirurgião-dentista nas equipes médicas de clubes e eventos esportivos pode ser a garantia de uma carreira de sucesso para o atleta?

O atleta está inserido na dimensão multifacetada do esporte, que possui diversas vertentes complementares, dentre elas, o campo da medicina, da ciência e da pesquisa. Cada vez mais, procuramos estimular a adoção de técnicas e instrumentos de preservação da saúde de nossos atletas. Por isso, apoiamos o desenvolvimento científico e tecnológico em benefício do esporte competitivo. Traumatismos dentais são episódios comuns em esportes de contato, com ou sem intenção de toques, principalmente em esportes de alto impacto tais como, boxe, judô, karatê, jiu-jitsu, luta greco-romana, sumô, futebol, basquetebol, voleibol, handebol, motocross, hockey in line e patins in line. Todas estas modalidades esportivas exigem o uso de um protetor bucal adequado para assegurar o melhor desempenho do atleta. Os protetores bucais protegem os dentes de fraturas ou avulsões (arrancamentos), previnem lesões nas bochechas, língua e lábios, e auxiliam na correção de todo o sistema estomatognático. Estudos recentes têm mostrado que o protetor bucal também auxilia na melhora da distribuição de forças e no equilíbrio do atleta durante a prática de esportes, podendo desta forma, auxiliar na melhora do seu desempenho. Segundo a Academia Norte-Americana de Odontologia Desportiva, o uso de protetores bucais na prática esportiva reduz em até 80% o risco de perda dentária. Nos Estados Unidos e Europa, usar equipamentos de segurança é regra em inúmeras competições esportivas. No Brasil, o uso de protetores bucais ainda é restrito a praticantes do boxe e a atletas que já sofreram uma lesão grave jogando, como o atacante do Santos, Neymar.

Mesmo fora dos campos e das competições esportivas oficiais, a prática esportiva com proteção bucal projetasse como uma tendência?

A intensa e impactante revolução tecnológica dos dias de hoje aponta que a atuação da Odontologia do Esporte só tende a crescer, no Brasil e no mundo. A tendência para este campo de atuação é que academias, clubes, federações esportivas e até mesmo escolas passem a solicitar o uso de protetores bucais durante a prática de esportes para fins de competição ou recreativos. Associados de academias, atletas de competição e alunos necessitam de protetores bucais na mesma intensidade. As empresas, escolas e entidades esportivas que compreenderem esta demanda social serão muito bem sucedidas. A prática da atividade esportiva requer, na mesma intensidade, que o atleta/aluno/associado de academia passe por um exame odontológico, tanto quanto por uma avaliação física.

*Entrevista com o cirurgião-dentista Alexandre Jun Ueda, coordenador do Codec, Centro de Odontologia do Esporte do CETAO, que abordou o crescimento da Odontologia do Esporte e destacou a necessidade de um maior investimento em prol do desenvolvimento do esporte no País.

FONTE: SIS Saúde

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s