Dentes podem ser prejudicados por frutas regionais


Uma pesquisa desenvolvida por alunos de Odontologia do Centro Universitário do Pará (Cesupa) revelou o alto potencial erosivo dos sucos naturais para os dentes. O estudo realizado por Caroline Silveira, Elia Guido, Érika Coelho, Lívia Oliveira e Samille Verbeno estimou o potencial erosivo dos sucos pela determinação do pH das bebidas e pela análise das alterações microestruturais visuais dos dente – verdadeiros buracos na superfície dentária, provocados pelo pH ácido dos sucos de frutas regionais.

A análise das amostras revelou que a ingestão excessiva pode provocar danos aos dentes, pois a acidez e as características da composição de cada fruta podem dissolver os minerais do esmalte, provocando uma patologia chamada “erosão”, que leva ao surgimento da cárie, já que o esmalte fica mais poroso e permite a adesão de bactérias e resíduos alimentares, assim como o aumento da sensibilidade, provocando dor no dente.

A pesquisa será apresentada no Congresso Anual Mundial de Odontologia, entre 2 e 5 de setembro, em Salvador, pela professora de odontologia Suelly Ribeiro, e indica que não é preciso eliminar os sucos da dieta, mas consumir com parcimônia. Isso porque a ingestão seguida de escovação causa grandes alterações na estrutura dentária e nos materiais restauradores estéticos. “É importante orientar a população a fim de evitar a erosão dental, já que as frutas são muito consumidas”, diz Suelly.

O suco de cupuaçu destacou-se por apresentar o maior grau de erosão, com um pH 3,54, seguido pelos sucos de muruci (pH 3,22), taperebá (pH 3,16) e bacuri (pH 2,77). Todos apresentaram acidez elevada, já que alimentos e bebidas com pH abaixo de 4,5 apresentam potencial para causar a erosão dental.

Contudo, o nível de ácido total das substâncias não estaria exclusivamente dependente do valor do pH, mas seria fortemente influenciado por fatores como nível de ácido total, frequência e duração da ingestão, presença de substâncias como cálcio, fosfato e flúor, dentre outras.

A diluição dos sucos de frutas, a ingestão com canudos e ainda a limitação do consumo apenas junto às refeições tem sido sugerida por diversos pesquisadores no sentido de minimizar o efeito do ácido presente nos mesmos.

FONTE: Diário do Pará

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s